Informação profissional sobre a Envolvente do Edifício

Clearsight: o vidro antirreflexo da AGC

15/02/2022

Sabia que o vidro antirreflexo Clearsight da AGC é utilizado como vidro de proteção nas cabinas dos autocarros?

foto

Atualmente, o Clearsight é utilizado como vidro de proteção para os condutores de transportes públicos dos Países Baixos.

O que faz do Clearsight um vidro tão especial?

A camada antirreflexo Clearsight reduz drasticamente o reflexo da luz para menos de 1%, muito inferior aos 8% que normalmente oferece o vidro flutuante (float) convencional. O Clearsight não reflete os objetos ao seu redor e é tão transparente que se torna praticamente invisível.

A combinação de uma reflexão mínima com uma excelente transmissão de luz de 98%, proporciona uma maior nitidez e uma melhor visão através do vidro.

A utilização do vidro antirreflexo Clearsight elimina o risco de encandeamento do condutor, que se produz como consequência da reflexão natural caraterística do vidro float convencional.

O vidro utilizado nas divisórias de proteção é o Clearsight de 4 mm, temperado de acordo com a norma R43, que transforma o vidro Clearsight num vidro de segurança.

Além disso, a divisória de vidro Clearsight proporciona uma barreira física para o distanciamento social entre o motorista e os passageiros, que ajuda a combater a propagação da Covid-19.

O Clearsight está disponível em versões de uma ou duas faces e conta com a certificação Cradle to Cradle™ Silver.

A pensar no futuro

Embora o Clearsight já seja utilizado há muito tempo nas vitrines dos museus, hoje em dia tornou-se num produto essencial e capaz de oferecer valor acrescentado em muitas outras aplicações, como lojas, transportes, instalações desportivas e habitações de luxo, ou seja, qualquer local onde seja necessário evitar a reflexão luminosa indesejada e proporcionar uma ótima visibilidade.

Empresas ou entidades relacionadas

AGC Flat Glass Ibérica, S.A.

novoperfil.pt

Novoperfil - Informação profissional sobre a Envolvente do Edifício

Estatuto Editorial