Cristalmax celebra 25 anos

Texto e Imagens: Cristalmax10/02/2020

A Cristalmax celebrou o 25º aniversário a 13 de dezembro de 2019, no Palácio de São Marcos. No evento, estiveram presentes colaboradores, clientes, fornecedores e parceiros de negócio.

foto

A Cristalmax - Ind. Vidros, SA foi constituída em finais de 1994 e dedica-se à transformação e comercialização de vidro plano, tendo na sua génese o know-how e conhecimento do mercado por parte dos seus sócios, designadamente do seu CEO, Máximo Silva, que acumula uma longa experiência no setor, decorrente da sua ligação ao mesmo desde 1978.

Ao longo destes 25 anos, a marca conquistou uma posição de referência no mercado nacional e internacional, assumindo sempre uma filosofia de seriedade e credibilidade, que lhe permitiu estabelecer relações de confiança e satisfação com todos os seus parceiros de negócio, tendo feito elevados investimentos ao nível produtivo e apostado em tecnologia de ponta e no desenvolvimento das competências dos seus colaboradores, reforçando assim a sua capacidade produtiva, indo de encontro às crescentes expetativas e requisitos que a aposta da internacionalização exige para incremento das exportações, aumento da competitividade e consolidação da sua posição junto de atuais e potenciais clientes.

Atualmente, é reconhecida no mercado como um player de referência, ágil e flexível, desenvolvendo produtos de elevada qualidade, respondendo assim a um mercado extremamente competitivo, bem como, às exigências dos seus clientes, apostando em relações de confiança, qualidade, capacidade técnica e know-how, criando assim vantagens competitivas:

  • Equipa de gestão experiente e multifacetada, com ampla experiência e rede de contatos no setor;
  • Capacidade produtiva, fruto de grande esforço de investimento em equipamentos e tecnologia realizado ao longo dos anos e que se pretende reforçar no âmbito da atual estratégia de crescimento;
  • Certificações dos seus produtos que lhe garante um importante posicionamento em alguns mercados internacionais (CEKAL);
  • Adaptabilidade às necessidades do mercado e cumprimento de prazos de entrega;
  • Acompanhamento técnico personalizado em projetos específicos;
  • Aposta em colagens estruturais (VEC) e sistemas minimalistas, tais como, Kristal, Cor-Vision, Expansion, Hi-Finity, entre outras.

Ao apostar na inovação e diferenciação, a Cristalmax dá garantias e segurança aos seus parceiros de negócio para enfrentar qualquer desafio que possa surgir no âmbito da transformação de vidro para a construção, mantendo e reforçando assim as suas relações comerciais ao longo de muitos anos.

A estratégia da Cristalmax continuará a ser de investimento e inovação com vista a superar as expectativas dos clientes, disponibilizando e apostando na diversidade de produtos e serviços de elevada qualidade, com o objetivo de encontrar resposta para todas as solicitações e soluções

Ao acompanhar as constantes mudanças e tendências do mercado, a Cristalmax foi criando e desenvolvendo novos produtos e novas marcas, das quais se destacam:

  • ISOLMAX® - vidro isolante, certificado em Portugal pela Certif e pela entidade francesa CEKAL, para o produto Vidro Isolante duplo com 90% Árgon e Vidro Isolante Triplo com 85% Árgon, desde 2012.
  • CRISTALSUN® - vidro isolante com estore interior.
  • MAXSAFE® - Serigrafia de Alarme.
  • CRISTALLAM® - vidro laminado.
  • CRISTALDESIGN® - impressão digital.

No entanto, o produto mais procurado é o vidro isolante Isolmax; os outros produtos são incorporados no vidro isolante. Hoje em dia, os projetos já exigem vidros temperados e vidros temperados laminados, pelo que foi extremamente importante o investimento efetuado pela Cristalmax nos últimos anos de forma a posicionar-se como um importante player de mercado neste setor.

Para tal, a Cristalmax hoje é totalmente autónoma e pode oferecer soluções diferenciadas à arquitetura, tais como, vidros com serigrafia de alarme, vidros isolantes com estores interiores, vidros com serigrafia digital, podendo assim criar ambientes diferenciados, quer em interiores quer em exteriores.

De sublinhar que a Cristalmax colabora há muitos anos com várias construtoras, tendo já uma vasta lista de obras de referência, entre as quais evidenciamos o Casino de Lisboa, Estádio da Luz, Fundação Champalimaud, Novo Museu dos Coches, Epic Sana Amoreiras Hotel, Pousada de Lisboa, CR7 Lisboa Hotel, IKEA Loulé, Leroy Merlin Loulé e mais recentemente os Estúdios Sic - Grupo Impresa, Oeiras Parque e Nova SBE – Campus de Carcavelos (ver foto em anexo).

A estratégia da Cristalmax continuará a ser de investimento e inovação com vista a superar as expectativas dos clientes, disponibilizando e apostando na diversidade de produtos e serviços de elevada qualidade, com o objetivo de encontrar resposta para todas as solicitações e soluções.

É importante garantir fatores de diferenciação face à concorrência. As empresas têm de estar informadas relativamente às novidades do mercado, bem como as soluções existentes de forma a conseguirem proporcionar aos seus clientes um produto de valor acrescentado.

Atualmente, a Cristalmax tem em curso uma estratégia de expansão da sua operação, designadamente a nível internacional, perspetivando-se um forte crescimento durante os próximos anos.

Perspetiva-se que, nos próximos anos, a empresa tenha uma performance bastante positiva, materializada na consolidação do crescimento internacional, bem como na capitalização da recuperação do setor da construção em Portugal e do incremento do setor da reabilitação.

foto
Tektónica cambio de fechas 8 - 11 de octubreNovoperfil FacebookNovoPerfil Pt20 Years Jaba traduçao técnica especializada 4.0Adene janelas eficientes só com etiqueta energética CLASSE+Novoperfil Twiter

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

novoperfil.pt

Novoperfil - Informação para o setor da envolvente do edifício

Estatuto Editorial