Informação profissional sobre a Envolvente do Edifício
Covid-19

ANFAJE analisa desafios da pandemia para o setor das janelas e fachadas em Portugal

Novoperfil02/07/2020

João Ferreira Gomes, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Janelas Eficientes (ANFAJE), analisa, na newsletter de abril, maio e junho da associação a situação atual que se vive no setor, na sequência da pandemia de Covid-19. A economia digital, sublinha, abre um mundo de oportunidades.

foto

"Com a grande incerteza que a ameaça de saúde pública que a Covid-19 representou e ainda representa, com o confinamento necessário e a adaptação acelerada das empresas ao novo cenário, as consequências e o impacto foi bastante negativo para a economia portuguesa, para a fileira da construção e do imobiliário e para o nosso setor", começa por dizer João Ferreira Gomes.

No entanto, salienta, “apesar deste enorme problema que se abateu sobre todos nós, tivemos a fileira da construção sempre a funcionar, com poucas paragens e com uma menor redução do nível de atividade do que em outros setores da economia portuguesa. Esta situação, teve como consequência, que a permanente atividade da execução das obras públicas e privadas, teve um menor impacto na redução da atividade das empresas do nosso setor”, refere.

Por oposição, sublinha, “devido ao confinamento das famílias, assistiu-se a uma quebra acentuada da atividade junto de clientes particulares, nomeadamente, com uma forte redução nos trabalhos de reabilitação com a substituição das janelas antigas por novas janelas eficientes”.

A quebra neste segmento de negócio, “atingiu imensas pequenas e médias empresas do nosso setor que tiveram de reduzir a sua atividade. Porém, neste quadro, de enorme incerteza, novas oportunidades podem abrir-se para o nosso setor: a aceleração da economia digital e o novo quadro de investimento europeu para a saída da crise económica”.

foto
João Gomes, Presidente da ANFAJE.

Economia e tecnologias digitais

Para isso, sustenta o presidente da ANFAJE, "é fundamental continuar com uma forte liderança e com uma confiança redobrada, a definir novas estratégias para o novo quadro económico que se prepara. Tal como a ANFAJE tem vindo a defender, é necessária uma maior aposta nas oportunidades e desafios que nos são apresentados pela denominada Economia Digital. Com o confinamento, o meio de ligação de todos nós foi ainda mais reforçado com a presença constante do poder da internet, das redes sociais e de novas formas de comunicar à distância como as videosessões".

Estas mudanças, garante João Ferreira Gomes, “vieram acelerar ainda mais o avanço e a importância que as tecnologias digitais terão nas nossas vidas, na economia, e em todos os nossos negócios”.

Por fim, conclui no artigo, “em momentos de mudanças aceleradas e de alteração dos cenários anteriormente existentes, exige-se uma maior determinação e vontade de construir novos objetivos para o presente e para o futuro. É com essa força que a ANFAJE continuará a defender o setor das janelas e fachadas em Portugal, crendo que juntos podemos sempre ir mais longe”.

Guardian Select, um parceiro de confiançaIndalsu: uma janela é milhares de histórias para descobrirPremios NovoPerfil

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

novoperfil.pt

Novoperfil - Informação profissional sobre a Envolvente do Edifício

Estatuto Editorial