Já conectas as tuas portas e persianas?
Foram utilizadas as mais avançadas técnicas de construção com soluções energéticas de vanguarda

Mira Douro traz habitação nova à zona das Antas

Novoperfil16/10/2020
Novo projeto residencial prevê a construção de dois blocos habitacionais, num total de 54 frações T2, T3 e T4, localizados numa zona com boas acessibilidades.
foto

Entre a Travessa das Antas e a Rua Agostinho José Freire, no Porto, nasce um novo condomínio residencial premium o Mira Douro.

O projeto prevê construção nova, através da edificação de dois blocos habitacionais, numa área total de construção acima do solo a rondar os 8.300 m2. Um dos blocos é constituído por 18 frações, distribuídos por 4 pisos e tipologias T3 e T4, já um outro agrega 36 frações, T2 e T3 divididos por 7 pisos. O Mira Douro é um projeto com promoção da Promiris, atualmente ativa em Lisboa, Porto e Vila Nova Gaia, tendo a comercialização do imóvel sido entregue à Predibisa, consultora imobiliária portuense.

Com uma vista panorâmica sobre o Rio Douro e a 360°, o projeto conta com uma arquitetura moderna e o recurso às mais avançadas técnicas de construção, que aliam conforto às melhores soluções energéticas permitindo uma classificação A ou B dos apartamentos consoante a localização dos mesmos no condomínio.

Naquela que é considerada a zona mais alta da cidade e alvo de uma forte dinamização urbana nos últimos anos, este projeto residencial, que conta com a assinatura do Gabinete de Arquitetura Carlos Castanheira, é um investimento de cerca de 20 milhões de euros e apresenta-se como um conceito moderno de habitação, perfeitamente harmonizado com a natureza.

Situado junto ao Parque de São Roque, o empreendimento materializa-se num condomínio privado unicamente residencial e vocacionado para receber famílias. Os valores dos apartamentos oscilam entre os 285 e os 660 mil euros, com áreas a variar entre os 87 m2 e os 195 m2.

Arquitetura moderna alia conforto e excelência energética

Com exposição solar privilegiada, refletida na paisagem sobre o rio, Mira Douro usufrui de valências como a proximidade a uma vasta oferta de serviços, áreas de lazer, espaços culturais, instituições de ensino, assim como acessos a transportes públicos e às principais autoestradas que servem a cidade do Porto. O imóvel conjuga uma harmoniosa organização das áreas com um bom aproveitamento de espaço, numa fusão de conforto, modernidade e privacidade.
Todas as habitações estão dotadas de varandas e em algumas frações beneficiam de amplos terraços. O projeto contempla estacionamento exclusivo e dispõe ainda vários espaços comuns, tais como ginásio, sala de cinema e sala de convívio, esta última ideal para crianças, aniversários, eventos e atividades lúdicas. No condomínio também encontramos um espaço exterior privado incluindo um equipamento de crianças, para usufruto total dos condóminos, em total tranquilidade e segurança.
Todo o conceito habitacional prima por acabamentos e materiais de elevada qualidade, que acrescentam solidez construtiva e arquitetónica ao projeto. Com a estrutura projetada em betão, os planos de paredes exteriores serão em reboco sobre isolamento térmico-acústico, que conjuntamente com o isolamento no interior garantirá uma elevada certificação energética. Por sua vez, nas coberturas estão instalados os equipamentos de climatização, exaustão, assim como os painéis solares que possibilitarão consumos responsáveis e ecológicos.

Para o responsável da Predibisa pelo negócio, António Magalhães “o Mira Douro é uma oportunidade verdadeiramente exclusiva numa das zonas mais carismáticas da cidade, as Antas. Com um enquadramento natural que lhe confere um espaço de refúgio na natureza em pleno centro do Porto, este projeto beneficia de uma luz natural singular. Junta-se a qualidade de viver num condomínio de 8.300 m2, com um magnífico jardim privativo e localizado numa zona de excelentes acessibilidades quer em termos de transportes públicos, quer em termos de acessos às principais vias rodoviárias, com todo o comércio e serviços de conveniência próximos. O envolvimento natural do Parque de São Roque potencia a qualidade de vida no Mira Douro, a que se soma uma panorâmica visual inspiradora. Estamos certos que este projeto de construção nova, que alia conforto e comodidades a um estilo de vida contemporâneo, será um sucesso”.

Já Christian Terlinden, Managing Partner da Promiris, sustenta que “o projeto Mira Douro é fruto de um ano de trabalho com um excelente gabinete de arquitetura do Norte para chegar a um conceito de um projeto de alta qualidade, quer em termos visuais e de otimização dos espaços, quer de excelência energética. Foi igualmente objeto de um cuidado particular nas reuniões com a Câmara para criar um espaço verde alargado com a extensão do Parque Municipal São Roque, ao qual o promotor cedeu três mil e quinhentos metros quadrados para sua extensão, contribuindo assim a criação de um novo 'pulmão verde' nas Antas. O projeto conta com um vista fabulosa, situando-se num dos pontos mais altos da cidade e oferecendo uma vista panorâmica única a 360°. Gostaríamos que em 2021, como já aconteceu noutros projetos, este fosse um dos nossos sucessos comercias em Portugal”.

O Grupo Promiris, de origem belga, está presente em Portugal desde de 2017 e começou sua atividade em Lisboa com a reabilitação do Hospital Particular nas Avenidas Novas, hoje um empreendimento denominado 'Bivart' de 31 frações.

Atualmente, o Grupo desenvolve sete projetos dos quais cinco no Porto e em Vila Nova de Gaia, apostando no dinamismo e o crescimento dessas cidades.

Adene - Agência para Energia : eficiência tem classe CLASS +20 Years Jaba traduçao técnica especializada 4.0Passivhaus: vamos construir o fturo que queremos!NovoPerfil PtNovoperfil TwiterNovoperfil FacebookAcademia Anfaje

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

novoperfil.pt

Novoperfil - Informação para o setor da envolvente do edifício

Estatuto Editorial