Informação profissional sobre a Envolvente do Edifício

Smart Doors: especialistas salientam a importância da segurança e eficiência das portas automáticas

18/11/2022
O setor tem um papel importante a desempenhar na redução da procura de energia e das emissões de gases com efeito de estufa.
foto

Os especialistas destacaram a importância da segurança e eficiência energética das portas automáticas nas Jornadas Técnicas da Smart Doors 2022, a grande feira da inovação no setor das portas e automatismos que decorreu em Madrid, de 15 a 18 de novembro.

A primeira das apresentações centrou-se no papel-chave das portas automáticas na eficiência energética dos edifícios, e foi feita por Miguel Pérez, diretor-geral da Mequonic, uma empresa de engenharia e consultoria especializada em investigação, desenvolvimento de produtos e inovação.
Pérez explicou que o Decreto-Lei 14/2022 sobre sustentabilidade económica, e as medidas de poupança e eficiência energética nele contidas, destacaram a contribuição fundamental das portas automáticas para a poupança de energia nos edifícios. Mostrou as últimas investigações realizadas neste campo pelo setor e explicou os fenómenos físicos que o explicam, com exemplos de portas pedonais, industriais e de garagem. Apresentou também o novo sistema europeu de etiquetagem energética para portas automáticas. Referiu-se também a algumas das ferramentas desenvolvidas pelo setor, tais como a calculadora de energia e a etiquetagem energética.
Segundo explicou, "é necessário reduzir a procura de energia e os gases com efeito de estufa no mundo", acrescentando que o setor das portas automáticas “tem muito a dizer a este respeito, porque os edifícios são responsáveis por uma grande parte das emissões, especificamente 37%”.
Depois, num formato de mesa redonda, moderada por Juan Ramírez, Vice-Presidente da FIMPA, o Fórum Smart Doors sobre segurança em portas automáticas, deu voz a vários profissionais e responsáveis do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo e da Comunidade de Madrid, que discutiram alguns dos principais temas de interesse no setor, tais como a casuística das modificações substanciais nas portas motorizadas; a custódia da documentação das portas; a automatização das portas pedonais, centrada nas portas de batente; e a unidade de mercado e os planos de vigilância.
Jorge Jimeno Bernal, responsável pelo Regulamento Europeu dos Produtos de Construção, da Subdireção Geral de Segurança e Qualidade Industrial do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo de Espanha, explicou as várias questões abrangidas por este regulamento, em conjunto com os códigos de construção de cada país, incluindo, por exemplo, a resistência ao fogo ou o desempenho acústico e térmico. Acrescentou que o regulamento europeu, que data de 2011, está atualmente em processo de revisão. “O texto está atualmente a ser discutido e um novo regulamento europeu sobre produtos de construção será provavelmente publicado no final de 2023 para substituir o atual”, salientou.
Elena García, Responsável pela Diretiva de Máquinas na Subdireção Geral de Qualidade e Segurança Industrial do Ministério da Indústria, Comércio e Turismo espanhol, fez uma distinção entre portas automáticas recentemente produzidas e portas pedonais existentes que são automatizadas através da instalação de qualquer tipo de dispositivo. E salientou que “uma vez automatizada, a porta torna-se uma máquina à qual se aplica a Diretiva Máquinas, pelo que deve cumprir os requisitos essenciais de saúde e segurança nela estabelecidos e efetuar a correspondente avaliação e declaração de conformidade, bem como afixar a marcação CE exigida pela diretiva, que visa proteger os utilizadores contra os riscos potenciais decorrentes da sua utilização e proximidade”.
foto
Por último, Jorge Iñesta, Diretor-Geral Adjunto da Indústria e Inspeção da Direção-Geral da Promoção Económica e Industrial da Comunidade de Madrid, salientou a importância da vigilância do mercado para assegurar o cumprimento do regulamento. Disse que “a regulamentação europeia tem insistido que as autoridades dos Estados-membros reforcem a supervisão em cada país”. Além disso, advertiu que “na Comunidade de Madrid não só reagimos a quaisquer problemas que possam surgir, como estamos constantemente vigilantes”.
Além disso, durante a Smart Doors 2022, Juan Ramírez recebeu uma placa comemorativa do novo presidente da FIMPA, Javier Pérez Sánchez, pelo seu trabalho à frente da federação desde a sua criação.
CEES 27 - 30 june 2023 Funchal / Portugal International Conference

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

novoperfil.pt

Novoperfil - Informação profissional sobre a Envolvente do Edifício

Estatuto Editorial